Dica de Estudo: Aprenda Inglês sem Sofrer!

Hello! This is Eduardo Souto again coming to you from my office in the small city of Guariba - SP.

It's a pleasure to be here once again updating Você pode falar Inglês with some interesting content!

This is our 862º blog post, I really hope you enjoy it!

Que tal aplicar mais disciplina em seus estudos a partir de agora? Posso garantir que vai funcionar muito bem!


Falar e entender um idioma de verdade não é uma atividade mecânica! Na verdade, aprender um idioma tem muito mais a ver com artes marciais do que estudar matemática:

Você precisa observar os movimentos do seu instrutor (professor) e com o tempo e prática certamente empregados você será capaz de "imitar" o instrutor mais e mais precisamente.

O seu cérebro é desenhado para aprender naturalmente movimentos físicos repetindo-os. É um processo inconsciente que acontece automaticamente!

Nosso cérebro tem um poder de absorção linguística fantástico também, só de se comunicar de uma maneira bem básica em uma segunda língua ele já vai lentamente desenvolvendo uma habilidade naquele idioma alvo.
O importante é saber que seu conhecimento mecânico sobre gramática não vai precisar ser tão mecânico quando você se sentir a vontade se comunicando no segundo idioma, afinal de contas, quando você se comunica em Português você fica pensando em regras gramaticais?

Eu também não, creio que nenhum nativo fique pensando antes de se comunicar, e mesmo assim, passamos nossa mensagem com clareza, não é?

Resumindo a dica toda, quer aprender inglês sem ficar sofrendo para atingir seu objetivo?

É muito mais simples do que parece, pratique pouco, porém, todos os dias, de domingo a domingo incluindo feriados e dias chuvosos!

Sobre o Autor:


Eduardo Souto é Professor de Inglês, Empresário e Blogueiro nas horas vagas, 24 anos de idade. Seu principal objetivo é descomplicar o idioma, mostrando que se você quiser você pode falar inglês!
"Um pouco por dia e seu objetivo será alcançado!"
             
Comentários
0 Comentários

0 comentários: