Linguagem Internalizada

Bom dia amigos e amigas, leitores e leitoras do Você pode falar Inglês, tudo bem com vocês?

Hoje trataremos um assunto muito interessante, se estiver afim de aprimorar um pouco mais seus conhecimento, vamos lá, follow me!


O que é Linguagem Internalizada? Você já ouviu falar sobre isso?

A linguagem internalizada (independente de qualquer idioma) é o primeiro conhecimento que adquirimos de forma auto-didata, ninguém precisa te ensinar como adquirir isso, você simplesmente, depois de um tempo exposto a determinada língua à adquiri.

Essa linguagem é tão natural que começamos a aprendê-la ainda quando eramos crianças e não sabíamos falar absolutamente nada, antes mesmo de começar a ir para escola.

É um processo natural, ninguém na escola vai te ensinar a adquirir "Linguagem Internalizada", você não precisa frequentar uma escola ou um curso específico para aprender isso em qualquer língua que seja.

Algumas pessoas costumam dizer que a linguagem internalizada é o discernimento ( a razão ) interno que temos dentro de cada um, um exemplo prático:

Cheirosa é ano rosa inteiro essa o.

Nossa linguagem internalizada nos dirá que há algo errado, causa uma estranheza interior muito grande, não faz sentido essa sentença, logo você nota que há algo errado e fará uma cara semelhante a essa:



Sua linguagem internalizada ( discernimento ) vai te dizer então que a forma correta para esta frase fazer sentido seria:

Essa rosa é cheirosa o ano inteiro.

O fator principal é que inconscientemente e naturalmente acabamos desenvolvendo uma regra internalizada, não tem a ver com Gramática, Vocabulário ou Expressões prontas, é algo que você criou sozinho de maneira auto-didata.

Se você é fluente em Inglês e Português ou apenas uma das duas línguas você já adquiriu sua linguagem internalizada relacionada à aquele idioma, mesmo que tenha sido da maneira mais díficil ou mais demorada, mas você atingiu.

Não há caminho para chegar a fluência de um idioma sem a linguagem internalizada.

Eu vou fazer uma série de posts falando sobre como evitar certos hábitos que podem simplesmente atrasar a sua criação de Linguagem Internalizada.

Espero que você tenha entendido o que é, e que você desenvolve isso sozinho!

Aguarde as próximas postagens!

Sobre o Autor:


Eduardo Souto é Professor de Inglês e Blogueiro, 20 anos de idade. Seu principal objetivo é descomplicar o idioma, mostrando que se você quiser você pode falar inglês!
"Um pouco por dia e seu objetivo será alcançado!"


             
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

tatá disse...

Adorei Edu a postagem.Eu menciono a Language aquisition em um capítulo do meu tcc, que terei que aprimorar, pois não expliquei o que é. Obrigada pela matéria!

tatá disse...

Desculpe, pela postagem anterior...estou mr confundindo,rs mas menciono linguagem internalizada tb :P

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkk a carinha foi mto engraçada!!!
Interessante isso! Gostei!!!

Raissa B.

Eduardo Souto disse...

:) Obrigado pelos comentários Raissa e Tata =)